O segundo dia do EndoRecife 2019

O segundo dia do EndoRecife 2019 começou teve salas simultâneas e conferências. Para abordar o tratamento não-farmacológico da obesidade, os palestrantes foram Fábio Trujilho (BA), Yuri Galeno (RN), Maria Edna de Melo (SP) e Marcio Mancini (SP, tendo como moderadores os endocrinologistas Bruna Costi e Luciano Teixeira.


A mesa de neuroendócrino e Adrenal teve apresentações de Marcelo Bronstein (SP), César Boguszewski (PR), Manoel Martins (CE) e Claudio Kater, com moderação de Renan Montenegro e Cynthia Salgado.

A primeira conferência do dia foi feita pela americana Jennifer Sipos, sobre tireoide. Outra conferência foi feita pelo Dr. Saulo Cavalcanti (MG), com moderação do Dr. Ruy Lyra, tendo como tema Como mudar o paradigma da inércia clínica no tratamento do DM2.

Com novas conferências e mesas redondas, a segunda parte do programa científico teve três salas simultâneas. O convidado internacional Marc-Andre Cornier falou novos tratamentos para perda de peso. O Dr. Lucio Vilar, presidente do congresso fez palestra sobre Síndrome de Cushing.


A mesa redonda de obesidade contou com aulas de Ana Carla Montenegro (PE), Marcio Mancini (SP), Ana Carolina Thé (PE) e Mario Carra (SP).


A mesa redonda de endocrinologia feminina teve aulas de Poli Mara Spritzer (RS), Alexandre Hohl (SC), Mônica de Oliveira (PE) e Erik Trovão (PE).


Para as exposições sobre diabetes, as palestras foram de Andrei Sposito (SP), Elba Bandeira (PE), Hermelinda Pedrosa (DF) e Geísa Macedo (PE).


Durante o período houve apresentação e avaliação de temas livres, tendo ainda conferências sobre DM2, com os Drs. Francisco Bandeira e Josivan Lima, O ano em metabolismo ósseo, com Francisco Bandeira, e o presidente da Endocrine Society, Dale Abel, falando sobre diabetes.


A programação foi finalizada com duas mesas redondas.
Na área de neuroendócrino e adrenal, as palestras foram de Claudio Kater (SP), César Boguszewski (PR), Daniela Rêgo (PE) e Luciana Naves (DF).
Em metabolismo ósseo, as palestras foram de Leonardo Bandeira (PE), Érico Higino de Carvalho (PE), Juliana Maia (PE) e Miguel Madeira (RJ).

Deixe um comentário