Dia Mundial da Obesidade: Um Outro Jeito de Olhar

A campanha do Dia Mundial da Obesidade deste ano, realizada em conjunto pela SBEM e Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica), com o apoio da World Obesity Federation (WOF), é essencialmente sobre mudar a perspectiva.

“O tema traz em si a proposta de uma visão mais atenta e empática”, acrescenta o Dr. Paulo Miranda, presidente da SBEM Nacional. “Para a nossa Sociedade, isso é muito importante. Nós, médicos e médicas especialistas em Endocrinologia e Metabologia, observamos de perto as barreiras que as pessoas com obesidade enfrentam, incluindo a dificuldade para acessar medicamentos mais eficazes. E, muitas vezes, elas nem buscam tratamento porque não se sentem acolhidas.”

São vários exemplos no dia a dia a serem repensados, como aquele de dizer à pessoa com obesidade que é preciso fazer exercício. “E se, na academia, ela se sentiu alvo de sorrisos irônicos? Será que comenta isso na consulta? Será que o profissional de saúde dá essa liberdade?”, reflete Bruno Halpern, presidente da Abeso.

O “outro jeito de olhar” vale para quem tem obesidade e não busca por ajuda. “Será que, além da questão do acolhimento, é por estar longe de onde quer chegar? E se perdas pequenas de peso já melhorarem muito a saúde?”, instiga Bruno Halpern. “Ou será que não busca ajuda por ter prazer em comer? E se ela trocar o ‘restringir’ por ‘ampliar’ as opções à mesa?”

A campanha pretende reunir todos os atores em torno dessa doença complexa, multifatorial e recidivante, cada um mostrando o seu ângulo, com ênfase nas histórias dos próprios pacientes.

“Isso nos ajudará a enxergar os diversos aspectos, principalmente pelo lado de quem vive com essa condição, a fim de melhorar a compreensão da obesidade como um todo”, conclui o Dr. Paulo Miranda.

A campanha está lançada e conta com o apoio dos associados, Regionais, população e imprensa para ampliar o alcance da mensagem.

A hashtag adotada é #umoutrojeitodeolhar, e lembrem de marcar a SBEM Nacional e a Abeso.

“Vamos falar de obesidade e aprender uns com os outros”.

4 de Março

Em 2020, a World Obesity Federation alterou a data do Dia Mundial da Obesidade para 4 de março. A informação foi amplamente divulgada e as entidades brasileiras – SBEM e a Abeso -, responsáveis pelas campanhas no Brasil – aderiram à mudança.

Alguns locais ainda estão divulgando a antiga data. A SBEM reforça que o Dia Mundial da Obesidade é 4 de março.

Atlas Mundial da Obesidade

Um estudo global prevê que mais da metade da população no mundo viverá com sobrepeso e obesidade dentro de 12 anos se a prevenção, o tratamento e o suporte não melhorarem.

Para alertar sobre os números e detalhar o impacto econômico, foi lançado o World Obesity Atlas 2023, publicado pela WOF, mencionando valores que chegam a US$ 4,32 trilhões anualmente até 2035 se as medidas de prevenção e tratamento não melhorarem. Com quase 3% do PIB global, isso é comparável ao impacto do Covid-19 em 2020.

Alguns dados:

▪ A obesidade infantil pode mais que dobrar até 2035 (em relação aos níveis de 2020). Prevê-se que as taxas dupliquem entre os meninos para 208 milhões (aumento de 100%) e mais do que o dobro entre as meninas para 175 milhões (aumento de 125%). O aumento está mais significativo entre as crianças do que entre os adultos.

▪ O reconhecimento do impacto econômico não é de forma alguma um reflexo da culpa das pessoas que vivem com obesidade, que é uma doença crônica e recidivante.

▪ O relatório enfatiza a importância de desenvolver planos de ação nacionais abrangentes para prevenir e tratar a obesidade e apoiar as pessoas afetadas pela doença. Ele também reconhece o impacto das mudanças climáticas, restrições do Covid-19, novas pandemias e poluentes químicos sobre o sobrepeso e a obesidade e adverte que, sem uma ação ambiciosa, e coordenada para resolver problemas sistêmicos, as taxas de obesidade podem aumentar ainda mais.

O lançamento do relatório dos dados Atlas será marcado por um evento mundial de impacto político e social: “Mudando as perspectivas e avançando na ação nacional”, na segunda-feira, 6 de março de 2023, 13:00 CET (12:00 GMT).

Durante o evento, a WOF e sociedades parceiras mostrarão a importância de atitudes dos governos. O Diretor-Geral da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, falará no evento, e uma mensagem principal será entregue pelo Ministro da Saúde do Egito, S.E. Prof. Dr. Khaled Abdelghafar.

O relatório do Atlas discute a importância dos planos de ação nacionais e da Cobertura Universal de Saúde para ajudar os países a implementar as novas Recomendações da OMS para a Prevenção e Controle da Obesidade que foram adotadas em 2022.

Deixe um comentário