Opções de tratamento do diabetes em destaque

Dentre as apresentações feitas nos primeiros dias do Congresso Europeu de Diabetes, EASD 2017 que acontece em Lisboa (Portugal), cabem alguns destaques para as opções de tratamento. Na sessão sobre inibidores do SGLT-2 foram apresentados novos resultados de segurança e eficácia dos três agentes disponíveis: canagliflozina, dapagliflozina e empagliflozina. Um estudo britânico observou maior intervalo de tempo para a adição de outro agente quando o paciente estivesse em uso de uma droga desta classe, quando comparado com todas as outras opções, sugerindo maior eficácia e tolerabilidade. Novos dados do EMPA-REG demonstraram benefício cardiovascular independente dos níveis de PA, LDL e de glicemia, sugerindo efeito direto da medicação. Ainda foram apresentados dados de eficácia e segurança do ertugliflozina, em breve uma nova opção neste grupo de medicamentos.

Mais um estudo interessante apresentado durante o EASD avaliou o uso da Dapagliflozina na esteatose hepática. Foram acompanhados 247 pacientes diabéticos com esteatose associada. Os pacientes vinham em uso de metformina e foram divididos em três grupos: Dapagliflozina, Sitagliptina e Pioglitazona. Foi utilizado o escore APRI como estimativa de fibrose hepática. O grupo da dapagliflozina teve melhor controle glicêmico e maior perda de peso, com melhora no índice de fibrose semelhante a pioglitazona, agente já usado rotineiramente na esteatose hepática.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*